14 de mai de 2008

Tentativas de Lago

Tentativas de Lago
Deformado pelo que forma: o lago.
O dizimado aproximado, dista.
Os tais, como isca, esperam o dizimado,
Que é sempre lago, depauperado artista!
Que é sempre lago, depauperado artista!

Secas, secas serão suas sombras... Loiras!
Cicatrizados serão meus bolsos requentados...
Das remetentes plantas, secas são as folhas,
Pisadas, elas reafirmarão os meus boatos.

Se um passante, riscando o acaso,
Sentir-se dentro... Admirando o lago;
Há de sentir o lento compromisso
De estar no raso, rindo o mesmo riso.

Secas, calarão as duas bocas!...
Os tais, como isca, serão o dizimado.
Das secas folhas caindo poucas, mistas...
Beberão, as bocas. Secará o lago!
Que é sempre lago, depauperado artista!
Diego Guerra